Mudamente: uma iniciativa de mentoria e protagonismo estudantil no contexto da pandemia COVID-19

Autores

  • Moacir Natercio Ferreira Junior Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal
  • Alana Nogueira
  • Bárbara Rodrigues
  • Débora Louzada
  • Isabella Mendes
  • Kelvin Alves
  • Kauã Shyngervick
  • Lavínia Patrícia
  • Milena Luna
  • Sâmilla Melo
  • Samara Diniz
  • Rayssa Hawani

DOI:

https://doi.org/10.21814/h2d.2885

Palavras-chave:

metacognição, metodologias ativas, protagonismo estudantil

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar o projeto Mudamente, que consiste em uma iniciativa de mentoria aplicada ao desenvolvimento da autonomia e do protagonismo estudantil. O projeto traz como pressupostos teóricos a aprendizagem baseada em projetos, conforme Bender (2000), bem como os princípios básicos das metodologias ativas na perspectiva de Bransford et al (2000) e Pilati (2017), a saber, (i) a valorização dos conhecimentos prévios dos estudantes, (ii) a investigação dos conhecimentos profundos a respeito dos temas trabalhados e (iii) o desenvolvimento das habilidades de metacognição. Com base nesses pressupostos, os estudantes desenvolvem atividades voltadas para a melhoria da comunidade escolar por meio de reuniões entrevistas, podcasts e criação de outros materiais audiovisuais. Os temas trabalhados são escolhidos com base nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). O projeto Mudamente se configura como uma ferramenta eficaz no desenvolvimento de conteúdos extracurriculares no contexto da pandemia de COVID-19, pois permitiu que muitos estudantes tivessem acesso a conhecimentos por meio de redes sociais e plataformas de compartilhamento de vídeos, possibilitando a continuidade dos estudos mesmo diante do contexto de isolamento social.

Agradecimentos: 

Gostaríamos de agradecer à Equipe Gestora do CEd 104 do Recanto das Emas e aos professores Hélio Henriques, Lucas Araújo e Mircéa Cândida pela assistência durante o desenvolvimento deste trabalho. Gostaríamos, também, de agradecer à ONG Construir Brasil pelo apoio e encorajamento durante o desenvolvimento de nossas atividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bender, W. (2014). Aprendizagem baseada em projetos: A educação diferenciada para o século XXI. Editora Penso.

Bransford, J. D., Brown, A. L., & Cocking, R. R. (2000). How people learn: Brain, mind, experience, and school. National Academy Press.

Mazur, E. (2015). Peer instruction: A revolução da aprendizagem ativa. Editora Penso.

Moran, J. M. (2013). Novas tecnologias e mediação pedagógica. Editora Papirus.

Oakley, B., Sejnowsky, T., & Mcconville,A. (2019). Aprendendo a aprender para crianças e adolescentes. Editora Best Seller.

Pilati, E. (2017). Linguística, Gramática e Aprendizagem Ativa (1.ª ed.). Editora Pontes.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Ferreira Junior, M. N. ., Nogueira, A., Rodrigues, B., Louzada, D., Mendes, I., Alves, K., Shyngervick, K., Patrícia, L., Luna, M., Melo, S., Diniz, S., & Hawani, R. (2020). Mudamente: uma iniciativa de mentoria e protagonismo estudantil no contexto da pandemia COVID-19 . H2D|Revista De Humanidades Digitais, 2(2). https://doi.org/10.21814/h2d.2885