Lupis e Jacalupis (Pepeptela em topoi agónicos)

Autores

  • Isabel Ponce de Leão Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Fernando Pessoa

DOI:

https://doi.org/10.21814/anthropocenica.3654

Palavras-chave:

Ecocrítica, fábula, símbolo, Pepetela

Resumo

A Montanha de Água Lilás de Pepetela presentificando-se, com a simplicidade de um fabulário, é, antes de tudo, uma alegoria política e social condenatória da destruição dos recursos naturais e da exploração do homem pelo homem fruto de uma economia de mercado pautada pela ambição e o materialismo. Lupis e Jacalupis, impressionados pela riqueza fácil, fazem vingar a lei do mais forte e adulteram as leis naturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Chevalier, J. et Gheerbrant, A. (1973). Dictionnaire des Symboles, vol. 2. Paris, Seghers.

Chevalier, J. et Gheerbrant, A. (1974a). Dictionnaire des Symboles, vol. 3. Paris, Seghers.

Chevalier, J. et Gheerbrant, A. (1974b). Dictionnaire des Symboles, vol. 4. Paris, Seghers.

Coelho, N. (2009). Fábula. In C. Ceia (Ed.), E-Dicionário de Termos Literários. Disponível em https://edtl.fcsh.unl.pt/encyclopedia/fabula [28.02.2021]

Evangelista, J. (1999). Educação Ambiental: Uma Via de Leitura e Compreensão. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional.

Garrard, G. (2004). Ecocriticism. New York: Routledge.

Mendes, M. C. (2020). No princípio era a Natureza: percursos da Ecocrítica. Anthropocenica. Revista de Estudos de Antropoceno e Ecocrítica 1, pp. 91-104.

Morin, E. (2021, janeiro 1). 2021 : Edgar Morin espère que les forces "créatives" et "lucides" vont s'imposer face à la crise du Covid-19 même si elles sont "encore très faibles" [entrevista]. Franceifo: Culture. Disponível em www.francetvinfo.fr [01.03.2021].

Pepetela (2019). A Montanha da Água Lilás. Lisboa: Leya.

Downloads

Publicado

2021-11-10

Como Citar

Ponce de Leão, I. (2021). Lupis e Jacalupis (Pepeptela em topoi agónicos). Anthropocenica. Revista De Estudos Do Antropoceno E Ecocrítica, 2. https://doi.org/10.21814/anthropocenica.3654

Edição

Secção

Dossiê "Verbo verde ou para além da escrita da Natureza"