O caso de um curso virtual de extensão e sua interação com a comunidade universitária

Palavras-chave: Moodle, Formação de professores, ensino de português como segunda língua para surdos

Resumo

O presente trabalho apresenta um curso elaborado no ambiente virtual, voltado para os alunos de licenciatura da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/ Brasil). O curso em questão teve como inspiração a experiência resultante de um curso de extensão presencial, cujos objetivos eram abordar questões ligadas ao ensino de Português como segunda língua (L2) para alunos surdos e também propor materiais que auxiliem o professor de Língua Portuguesa (LP) na tarefa de ensinar a modalidade escrita dessa língua. Com essa finalidade, foram organizadas dez oficinas que tratavam de temas relacionados à comunidade surda, sua língua e sua cultura. Nesse contexto, o artigo se organiza em partes: inicialmente faremos uma breve contextualização do projeto; depois, descreveremos o curso na plataforma Moodle, seu público-alvo, seus objetivos e sua metodologia; e, por fim, apresentaremos os resultados e conclusões acerca da realização do curso.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Referências

Bolognini, C. Z., & Lagazzi, S. M. (2014). Sobre a produção de materiais multimídia. In C. Z. Bolognini. (Ed.), Discurso e Ensino: A Língua Portuguesa - Novas tecnologias em sala de aula (pp. 85-91). Campinas: Mercado de Letras.

Dias, C. (2014). O ensino, a leitura e a escrita: sobre conectividade e mobilidade. Entremeios – Revista de Estudos do Discurso, 9, 1-14. url: http://www.entremeios.inf.br/published/198.pdf

Gesser, A. (2009). Libras: que língua é essa? São Paulo: Parábola.

Lévy, P. (2003). A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço (4ª ed.). São Paulo: Loyola.

Lídio, V. M., & Camargo, M. A. B. (2008). A percepção do docente na inclusão de alunos com necessidades especiais no ensino superior. Revista Triângulo, 1(1), 4-19. doi: https://doi.org/10.18554/rt.v1i1.44

Moita, F. M. G. S. C., & Andrade, F. C. B. (2006). O saber de mão em mão: a oficina pedagógica como dispositivo para a formação docente e a construção do conhecimento na escola pública. In Anais Educação, Cultura e Conhecimento na contemporaneidade: desafios e compromissos (pp. 1-16). Caxambu, MG: ANPEd. url: http://www.anped.org.br/sites/default/files/gt06-1671.pdf

Orlandi, E. P. (2010). A contrapelo: incursão teórica na tecnologia - discurso eletrônico, escola, cidade. Campinas. Revista Rua, 16(2), 6-17. doi: https://doi.org/10.20396/rua.v16i2.8638816

Sarian, M. C. (2011). O desafio está nas mãos do professor: um gesto de análise no discurso sobre a inclusão digital. In C. Dias (Ed.), E-urbano: sentidos do espaço urbano/digital (pp. 79-92). Campinas: Laboratório de Estudos Urbanos – LABEURB/Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade – NUDECRI, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. url: https://www.labeurb.unicamp.br/livroEurbano/pdf/eurbano6.pdf

Tavares, C. F., & Barbeiro, L. F. (2011). As implicações das TIC no ensino da língua. Lisboa: Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular. url: http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/Basico/Documentos/implicacoes_tic_pnep.pdf
Publicado
2019-05-23
Como Citar
Baalbaki, A., & Teixeira, V. (2019). O caso de um curso virtual de extensão e sua interação com a comunidade universitária. H2D|Revista De Humanidades Digitais, 1(1). https://doi.org/10.21814/h2d.229
Secção
Artigos