Abordagem didática com o uso das TIC no ensino de Português Língua Estrangeira (PLE)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21814/h2d.2533

Palavras-chave:

ensino de línguas, tecnologias da informação e da comunicação (TIC), português língua estrangeira (PLE), cânone literário

Resumo

O presente estudo pretende sugerir abordagens didáticas para o ensino de Português Língua Estrangeira (PLE) através das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) obras canônicas literárias em língua portuguesa, como o livro Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Apoiadas ao ensino de línguas baseado em tarefas (ELBT), os propósitos subjacentes à elaboração deste estudo de caso foram incluir as TIC no ensino de PLE. As conclusões revelam que o recurso às TIC pode ser muito significativo para tratar os textos literários canônicos, já que estes são um recurso bastante versátil e útil para aprendizagem de línguas, bem como, para aumentar a motivação dos estudantes. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Priscila dos Santos, Universidade do Minho

 

 

Referências

Barbosa, R. M. (2005). Ambientes Virtuais de aprendizagem. Artmed.

Bateman, J. A. (2012). Multimodal Corpus‐Based Approaches. Wiley Online Library. https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/9781405198431.wbeal0812

Becta - British Educational Communications and Technology Agency. (2004). A review of the research literature on Barriers to the uptake of ICT by teachers. https://dera.ioe.ac.uk/1603/1/becta_2004_barrierstouptake_litrev.pdf

Braga, J. de C. F. (2012). Integrando tecnologias no ensino de inglês nos anos finais do ensino fundamental. Edições SM.

Buzan, T., & Buzan, B. (1996). The Mind Map Book: Unlock your creativity, boost your memory, change your life. Plume.

Calvino, I. (1992). Por qué leer los clásicos. Tusquets.

Caribé, Y. J. A. (2017). Formando novos cânones literários: a publicação de autores contemporâneos em tradução pelo engajamento da Academia, da Crítica Literária e do Mercado Editorial. Revista Belas Infiéis, 6(2), 21–32. https://doi.org/https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v6.n2.2017.11452

Castro, C. (2015). Ensino de línguas baseado em tarefas: da teoria à prática. Lidel.

Comissão Europeia. (2007). Competências Essenciais para a Aprendizagem ao Longo da Vida – Quadro de Referência Europeu. Serviço das Publicações Oficiais dasComunidades Europeia. https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/Curriculo/competenciasessenciaisalv2006.pdf

Duarte, J. F. (2009). Cânone. In C. Ceia (Ed.), E-Dicionário de Termos Literários (EDTL). http://www.edtl.com.pt

Ellis, R. (1994). The study of Second Language Acquisition. Oxford University Press.

Lane, P. (2012). Multimodality and Culture. Wiley Online Library.

Leffa, V. J. (1999). Perspectivas no estudo da leitura; Texto, leitor e interação social. In V. J. Leffa & A. E. Pereira (Eds.), O ensino da leitura e produção textual; Alternativas de renovação (pp. 13–37). Educat.

Richards, J. C., & Rodgers, T. S. (2014). Approaches and Methods in Language Teaching (3rd ed.). Cambridge University Press.

Silva, V. M. de A. e (1986). Teoria da Literatura. Almedina.

Willis, D., & Willis, J. (2007). Doing Task-based Teaching. Oxford University Press.

Yunus, M. M. (2007). Malaysian ESL Teachers’ Use of ICT in Their Classrooms: Expectations and Realities. ReCALL, 19(1), 79–95. https://doi.org/https://doi.org/10.1017/S0958344007000614

Downloads

Publicado

2020-06-30

Como Citar

dos Santos, P. (2020). Abordagem didática com o uso das TIC no ensino de Português Língua Estrangeira (PLE) . H2D|Revista De Humanidades Digitais, 2(1). https://doi.org/10.21814/h2d.2533