Ensino-aprendizagem de línguas utilizando Zoom e Facebook: uma realidade possível

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21814/h2d.2914

Palavras-chave:

ensino remoto, ensino-aprendizagem de línguas, Zoom, Facebook

Resumo

O contexto de pandemia nos impôs uma realidade educacional de transformação de paradigmas num espaço de tempo muito curto. Quase à velocidade da luz, tivemos que tomar decisões que mexeram com as estruturas do nosso fazer pedagógico e de como nos relacionamos com o mundo. A nossa rotina, profissional e pessoal, mudou drasticamente e, nesse movimento, escancararam-se as desigualdades e as dificuldades de acesso a bens básicos para o desenvolvimento do ensino remoto emergencial: as tecnologias digitais e a internet. Este trabalho se ambienta nessa realidade, com o intuito de apresentar uma proposta de uso de plataformas on-line nos cursos de línguas estrangeiras desenvolvidos em dois programas de ensino-aprendizagem de línguas da Universidade Estadual de Feira de Santana. Demonstraremos em que medida o Zoom e o Facebook nos foram úteis nesse contexto educativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Claudiana Ferreira de Jesus Gonçalves, Universidade Estadual de Feira de Santana

 

 

 

Davi Lenine Silva Temporim, Universidade Estadual de Feira de Santana

 

 

Igor dos Santos Mota, Universidade Estadual de Feira de Santana

 

 

 

Iranildes Almeida de Oliveira, Universidade Estadual de Feira de Santana

 

 

Michelle de Souza dos Santos, Universidade Estadual de Feira de Santana

 

 

Rianne Souza e Sousa, Universidade Estadual de Feira de Santana

 

 

Referências

Brasil (2020). Nota técnica - Acesso domiciliar à internet e ensino remoto durante a pandemia. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA. Consultado em dezembro 20, 2020, em https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/nota_tecnica/200902_nt_disoc_n_88.pdf.

CGI.br/NIC.br, Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação - CETIC.br (2020). Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos Domicílios Brasileiros – TIC Domicílios 2019. Consultado em setembro 30, 2020, em https://cetic.br/media/analises/tic_domicilios_2019_coletiva_imprensa.pdf.

Facebook Reports Third Quarter 2020 Results. (2020, outubro 29). Consultado em dezembro 21, 2020, em https://investor.fb.com/investor-news/press-release-details/2020/Facebook-Reports-Third-Quarter-2020-Results/default.aspx.

Oliveira, I. A., & Reis, L. M. (2017). Princípios teórico-metodológicos para elaboração de material didático de PLE e a necessidade de inclusão sistemática. A Cor Das Letras, 18 (3), 194-207. https://dx.doi.org/10.13102/cl.v18i2.1917. Consultado em setembro 30, 2020, em https://periodicos.uefs.br/index.php/acordasletras/article/view/2604.

Otsuka, J. L. & Rocha, H. V. (2002). Avaliação formativa em ambientes de EaD. Anais do Simpósio Brasileiro de Informática na Educação 2002. Consultado em dezembro, 23, 2020, em https://www.br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/174.

Souza, T. E. S., & Menezes, A. H. N. (2014). Avaliação em educação a distância: concepções e possibilidades. Revista de Educação do Vale do São Francisco - REVASF, 4 (6), 158-170. Consultado em dezembro 23, 2020, em http://periodicos2.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/viewArticle/571.

Tomlinson, B. (2013). Developing materials for language teaching. Bloomsbury.

World Map of Social Networks. (2020, março 13). Consultado em dezembro 20, 2020, em https://vincos.it/world-map-of-social-networks.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Ferreira de Jesus Gonçalves, C., Lenine Silva Temporim, D. ., dos Santos Mota, I., Almeida de Oliveira, I., de Souza dos Santos, M., & Souza e Sousa, R. (2020). Ensino-aprendizagem de línguas utilizando Zoom e Facebook: uma realidade possível. H2D|Revista De Humanidades Digitais, 2(2). https://doi.org/10.21814/h2d.2914