Relatos de experiências de professores do ensino fundamental em tempos de pandemia: dificuldades enfrentadas em escolas públicas no município de João Pessoa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21814/h2d.2882

Palavras-chave:

professores, alunos, pandemia, escola pública, ensino remoto

Resumo

Durante o período de isolamento social, decorrente da pandemia de COVID-19, professores e alunos se viram impossibilitados de frequentar a escola. Todavia, o fator socioeconômico foi o principal problema enfrentado na maior parte das escolas públicas, pois a limitação imposta pela falta de ferramentas digitais prejudicou o acesso igualitário no ensino remoto de milhares de crianças. Neste artigo, expomos o nosso modo de entender sobre como alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental têm se apropriado do conhecimento formal, ainda que de forma remota e desigual. O artigo partirá de uma breve revisão de aspectos teóricos e da legislação de diferentes áreas do conhecimento – educação, sociologia, psicologia e tecnologia – e será complementado com relatos de experiência das autoras: duas professoras de escolas públicas da cidade de João Pessoa-PB, que buscam compreender como a educação vem se adaptando e se reinventando nos tempos de pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Senado Federal. Consultado em Setembro 12, 2020, em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm.

Brasil (1990). Lei nº 8.069, de 13 de junho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências). Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Consultado em Agosto 26, 2020, em http://www.planalto.gov.br/ccivil03/LEIS/L80069.htm#art16.

Brasil (1996). Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional). Diário Oficial da União. Consultado em Agosto 04, 2020, em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm.

Brasil (2014). Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014 (Dispõe sobre princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil). Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Consultado em Setembro 17, 2020, em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12965.htm.

Brasil (2020). Parecer CNE/CP nº 5/2020 (Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima atual, em razão da Pandemia da COVID-19. Aprovado em 28 de abril de 2020). Ministério da Educação. Consultado em Agosto 28, 2020, http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=145011-pcp005-20&category_slug=marco-2020-pdf&Itemid=30192.

Couto, E. S. (2013). A infância e o brincar na cultura digital. Perspectiva, 31(3), 897-916. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2013v31n3p897

Gouvea, M. C. S. (2011). Infantia: entre a anterioridade e a alteridade. Educação & Realidade, 36(2), 547-567.

Habowski. A., Conte, E., & Pugens, N. (2020). Crianças e Tecnologias: paradoxos educativos. In A. Habowski & E. Conte (Eds.), Crianças e tecnologias: influências, contradições e possibilidades formativas. Pimenta Cultural. https://doi.org/10.31560/pimentacultural/2020.352

João Pessoa (2020). Diretriz 2020. Orientações administrativas e pedagógicas. Secretaria de Educação e Cultura.

Lopes, L., & Pereira M. (2017). O que e o quem da EaD. In M. F. R. Pereira, R. A. Moraes, & T. K. Teruya (Eds.), Educação a distância (EaD): reflexões críticas e práticas. Editora Navegando. https://www.editoranavegando.com/copia-temas-em-educacao-2

Pimentel, N. (2017). A modalidade a distância no Brasil: aspectos conceituais, políticos e tecnológicos. In M. F. Pereira, R. Moraes, & T. Teruya (Eds.), Educação a distância (EaD): reflexões críticas e práticas. Editora Navegando. https://www.editoranavegando.com/copia-temas-em-educacao-2

Sarmento, M. (2004). As culturas da Infância nas Encruzilhadas da 2ª Modernidade. In M. Sarmento & B. Cerisara (Eds.), Crianças e Miudos: perspectivas sociopedagogicas da infância e educação. Edições ASA. http://www.andreaserpauff.com.br/arquivos/disciplinas/brinquedosebrincadeiras/4.pdf

Souza. A. (2020, Junho 24). Como é a infância de crianças sem acesso à internet? Portal Lunetas. https://lunetas.com.br/como-e-a-infancia-de-criancas-sem-acesso-a-internet/

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Ribeiro, G. ., & Lima, K. . (2020). Relatos de experiências de professores do ensino fundamental em tempos de pandemia: dificuldades enfrentadas em escolas públicas no município de João Pessoa. H2D|Revista De Humanidades Digitais, 2(2). https://doi.org/10.21814/h2d.2882