Das aulas presenciais para o ambiente virtual: estratégias de ensino em saúde coletiva para alunos de graduação em saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21814/h2d.2893

Palavras-chave:

metodologia ativa, ensino superior, saúde pública

Resumo

O presente artigo tem como objetivo relatar uma experiência de migração de uma disciplina presencial – Fundamentos da Saúde Humana - para o ambiente virtual, ministrada para estudantes de formação profissional na área da Saúde em uma instituição de Ensino superior particular. Utilizando como referência as aulas ministradas no período da pandemia, destacam-se para a análise a adaptação de alunos, professores e gestores para a reestruturação das aulas, a linguagem e comunicação adotadas em ambiente remoto, o papel da instituição e as práticas, compreendidas aqui como as estratégias de ensino utilizadas nas aulas online. Nota-se, para tanto, que esse primeiro movimento de inserção de diferentes recursos em aula coloca em destaque a atuação do estudante como protagonista no processo de ensino e aprendizagem. As estratégias utilizadas são percebidas aqui como parte do aprendizado de professores e estudantes diante deste outro ambiente que se coloca cada vez mais como uma realidade a ser considerada após o retorno às aulas presenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Car, L. T., Kyaw, B. M., Dunleavy, G., Smart, N. A., Semwal, M., Rotgans, J. I., Low-Beer, N., & Campbell, J. (2019). Digital problem-based learning in health professions: systematic review and meta-analysis by the Digital Health Education Collaboration. Journal of Medical Internet Research, 21(2), e12945.

Carvalho, M. (2000). Modernidade pedagógica e modelos de formação docente. São Paulo em perspectiva, 14(1), 111-120.

Chung, E. Y. H. (2019). Facilitating learning of community-based rehabilitation through problem-based learning in higher education. BMC Medical Education, 19(1), 433.

Fuga, V. P., Lopes, J. C. B. & Diegues, U. C. C. Professor, vai ser ead? In: Carvalho, M. P., Diegues, U. C. C., Fuga, V. P., & Liberali, F. C. (org.) (2020). Educação em tempos de pandemia: brincando com um mundo possível. (1ª ed., pp. 255-270). Pontes Editores.

Gadotti, M. (2000). Saber aprender: um olhar sobre Paulo Freire e as perspectivas atuais da educação. Produção de terceiros sobre Paulo Freire; Série Artigos.

Jin, J., & Bridges, SM (2014). Tecnologias educacionais na aprendizagem baseada em problemas na educação em ciências da saúde: uma revisão sistemática. Journal of Medical Internet Research , 16 (12), e251.

Jowsey, T., Foster, G., Cooper-Ioelu, P., & Jacobs, S. (2020). Blended learning via distance in pre-registration nursing education: A scoping review. Nurse Education in Practice, 102775.

Silva, F. D. C. T. (2006). Cultura escolar: quadro conceitual e possibilidades de pesquisa. Educar em revista, 22(28), 201-216.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

César, I. D., Danailof, K. ., & Kenia Alves, F. . (2020). Das aulas presenciais para o ambiente virtual: estratégias de ensino em saúde coletiva para alunos de graduação em saúde. H2D|Revista De Humanidades Digitais, 2(2). https://doi.org/10.21814/h2d.2893